Amador Brasileiro Namorada Linda Fazendo Um Anal Gemendo Alto Até Levar Uma Gozada No Cuzinho Amigo Da Faculdade De José Bonifácio – Sp

3 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Amador Brasileiro Namorada Linda Fazendo Um Anal Gemendo Alto Até Levar Uma Gozada No Cuzinho Amigo Da Faculdade De José Bonifácio – Sp

Amador Brasileiro Namorada Linda Fazendo Um Anal Gemendo Alto Até Levar Uma Gozada No Cuzinho Amigo Da Faculdade De José Bonifácio – Sp

o que eu fiz foi o seguinte, ela minha tia Josefa e D Laura mulher de papai se dão bem, peguei as cobras botei tudo junto entendeu? assim elas vão ter suas fofocas em dia, vão pra igreja juntas, pra feira juntas, tudo juntas não é isso? aí o Sr.

Tenho 23 anos, 1,74 m, 65 kg, cabelos pretos longos, tenho um corpo bem brasileiro, bunda grande, pernas grossas e boca carnuda. Ele entao falou: pede porra! eu quero que voce peça! pede porra seu puto! entao eu comecei a implorar pela gozada, que veio logo em seguida, melando meu rosto inteiro.

Dessa vez demora mais, ela fica muito tempo gemendo e chorando baixinho, meio desconcertado peço desculpas:-Perdão filhinha…você quer que eu tire?Ela se recupera um pouco:-NÃO PAI! NÃO TIRA! Quero sentir mais você dentro de mim, não se desculpe…tudo o que você fez comigo fui eu mesma que pedi, fiquei com inveja e cíumes da Flavinha e agi muito errado com você mas não me arrependo e não quero que se sinta culpado…agora fode meu rabo pai, quero ser sua putinha gostosa, sou safada não sou? Estou dando o rabo como uma puta não é pai?Começei a bombar bem devagar:-Então aguenta aí sua puta, agora pode gritar e chorar que a mamãe não está aqui para acudir!Fui naturalmente aumentando os movimentos, os gritos, longos gemidos de dor e choro foram ignorados, alí agora não tinha mais papai, não tinha filhinha…era macho fudendo puta, vadia dando o rabo, perversamente fantasiei que eu estava comendo uma puta de luxo que me custou mais de tres mil reais, ficou mais fácil para mim e pior para ela…Ela mesmo sendo castigada rude, se masturbava vibrando a mãozinha no grelinho , gozou muitas vezes, não sei quantas já que não parava mais de gemer escandalosamente e a tremer todinha, depois começou a amolecer quase desfalecendo. Como o colega estava demorando, o policial que estava na viatura resolveu averiguar a situação, encontrou a porta aberta da casa aberta e com certeza escutou os gemidos vindo do quarto, ele entrou no quarto e flagrou minha esposa sendo devorada por aquele negão, o casal animado percebeu a presença do terceiro elemento na cena, ficaram se olhando por um momento, minha esposa saiu de cima do negro e foi em direção ao outro policial, ele estava imóvel, ela tirou a roupa dele e começou a mamar com gosto, ela o puxou pela mão e o levou pra cama, voltou a posição em que estava cavalgando sobre o negro e pediu que o outro policial colocasse no rabo dela, eu não acreditei no que estava vendo, pois ela sempre fazia doce pra fazer anal comigo, e agora ela estava querendo uma dupla penetração, e foi assim que aconteceu, ele colocou por trás e os três quase quebraram a cama de tanto pular, parecia que iriam rasgá-la ao meio de tanta força que metiam nela, quando trocaram de posição o negão pegou-a de quatro, mesmo já tendo sido enrrabada naquela noite ela teve dificuldade para receber toda a ferramenta do negão o rabo, era muito grande, bem maior que a minha e que a do seu colega, mas ele não teve dó, colocou com força tudo dentro daquele rabo enquanto ela tentava mamar o outro policial, e foi assim que eles terminaram a noite, ela gozando muito, o negão enchendo o rabo dela de porra e o policial dando leite quente pra ela na boca, os três cairam sobre a cama, e eu pela internet pude assistir ao vivo minha mulher ser violada por vontade própria por um negão policial que se dizia meu amigo e por seu colega, eu também já tinha gozado várias vezes me masturbando com aquela cena.

ele sorriu e segurou minha barriga e passou a me fuder com estocadas gostosas, me colocou de quatro e falou tava com saudades desse rabão, eu olhei p trás cm cara de puta e pedi,fode amor, ele lambeu minha costas e pediu alisando minha bunda, dá esse cuzinho gostoso p mim vai? nisso ele passou o dedo e eu não resistir e pisquei o cuzinho,ele meteu entaõ o dedo nele e lambeu minha orelha falando :ta piscando então quer pica nesse cu, né minha vagabunda( adoro qdo me chama de sua vagabunda).

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Portanto queríamos estar descansados, e ela queria estar linda, pois se sentir desejada era importante para ela. ME ESCORA NA PAREDE DE MADEIRA, ARREDA MEU BIQUINI PRO LADO, SE ABAIXA UM POUCO E ENCAIXA AQUELE FALO QUENTE EM MINHA XOTA JÁ TODA MOLHADINHA SÓ DE ANTEVER AQUELA SITUAÇÃO! ME SEGURA PELAS NÁDEGAS E VAI FAZENDO MOVIMENTOS DE ENTRA E SAI CADA VEZ MAIS RÁPIDOS ATÉ NOS LEVAR A UM GOZO FANTÁSTICO, QUE EXPLODE JUNTO COM TODOS OS PUDORES QUE NOS IMPEDIRAM DE REALIZAR ESSE DESEJO NO PASSADO! AS PERNAS ESTÃO TRÊMULAS E VAMOS NOS RECOBRANDO AOS POUCOS. Que iria fazer faculdade aqui na cidade e iria vir na semana santa.

Pelo contrário, até uma chuva que cai é bem vinda, pois quem irá sair na chuva? Nada como ficar em casa, curtindo bons momentos, contando casos, fazendo carinhos…Estou falando isso porque me lembrei, vendo algumas fotos antigas, de um dia em que Meg e eu estávamos em uma pousada, e a chuva caiu de madrugada e ficou o dia inteiro. Adormeci e tive uma das melhores noites de sono da minha vida…Em uma outra oportunidade eu lhes conto cm foi minha primeira vez com Mauro e outro homem…"Depois de uma hora já estava desistindo… no domingo sempre é mais difícil achar algum cara, pois eles sempre estão com as namoradas ou esposas…rsPeguei uma camisinha e comecei a fodê-la.