Casal Fazendo Sexo Dentro De ônibus Coletivo

3 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , ,

Casal Fazendo Sexo Dentro De ônibus Coletivo

Casal Fazendo Sexo Dentro De ônibus Coletivo

’"Eu estava voltando da faculdade de ônibus, quando chegamos ao terminal central da minha cidade, onde eu deveria esperar por outro ônibus, encontrei um amigo que a muito tempo não via, da época da escola, um rapaz simpático e muito bonito, foi um encontro ocasionado pelo fato de ele estar sem carro e por isso teve que usar o transporte coletivo. Senti um misto de dor e prazer inexplicável, quando ele deu mais estocada mas forte com a dor soltei um grito e enfiei minhas unhas em suas costas daí ele já estava dentro de mim totalmente, ele começou um vai e vem bem devagar e seus suspiros viraram gemidos ele posicionou sua boca e meu ouvido e seus gemidos foram ficando mais forte, eu não tinha mas dor comecei e sentir uma sensação nova e maravilhosa nossos corpos apesar da diferença de tamanho se encaixaram perfeitamente ficamos desse jeito por alguns minutos até que ele ergueu seu corpo passou a estocar mas rápido e me olhar nos olhos com um gemido rouco ele estremeceu e gozou ele tremia deitou sobre mim deu pra sentir seu coração batendo descompassado, nus beijamos até que voltei a mim e lembrei que não tinha avisado minha irmã onde estaria não tinha dado conta do tempo já passava das 16h eu estava ferrada no meio de risadas e gritos de “ to ferrada ” nos vestimos e ele me deixou na esquina de casa. Galera, esse é meu primeiro conto e não sei se fiz direito! Eu sei que meu conto ficou um pouco longo, mas eu realmente espero que vocês tenham gostado! Não percam a parte 2!"olá, meu nome é Pa,ulo, já publiquei dois contos (reais) aqui neste site, e resolvi publicar outro… apás terminar o namoro com minha namorada e o tio dela, carlão, fiquei sem ter relaçao com outro homem uns 2 anos, até que um dia um amigo meu me convidou pra visitar a casa dele que estava em obras para dar uma olhada, acabei me atrasando e ao chegar lá o pedreiro luiz disse que ele já havia ido embora mas que eu podia dar uma olhada na obra mesmo assim, achei legal, e na hora nao pensei em nada com aquele homem, negro (tenho sorte com negros, que maravilha) 1,80m mais ou menos, ele mesmo foi me mostrando a construçao sá de bermuda todo suado, ai sim comecei pensar besteira… mas como havia um outro pedreiro o marcio (este nao era negro, era muito negro, um afro descendente puro e um pouco mais auto que luiz), entao nao dei bandeira e me controlei pra nao mostar minha excitação, no entanto o ao chegar no quarto de casal começamos a converçar, e o luiz começou a falar…” é aqui que o patrao vai comer aquela gostoza da patroinha… falei… é verdade, e começamos a falar sobre sacanagem, até que ele disse aquela celebre frase… mas o bom mesmo é comer um cuzinho apertadinho… nisso notei o volume dele e disse… mas duvido que alguem aguente teu cacete…, ele falou… é verdade , até hoge sá uma mulher aguentou, mas chegou a chorar , e também um viadinho, mas ele quase pediu agua, e o do meu primo o marcio é maior que o meu…falei ….

fazendo ela sentir a vara dele.

Depois de uns 15 minutos que havia saido de casa, estava no ponto de ônibus e me lembrei de pegar meu celular, que por distração tinha esquecido em casa.