Ela Fode De Quatro Gemendo Bem Gostoso

Ela Fode De Quatro Gemendo Bem Gostoso

Ela Fode De Quatro Gemendo Bem Gostoso

Quero deixar esse rabo laceado pra minha geba entrar…O cara foi ficando alucinado, me puxava pela nuca, me fodendo na boca e no cú… Ele urrava, eu gemia engasgada, babava naquele cacetão, e quando eu conseguia tirar da boca ele batia aquela cabeçona na minha bochecha, queixo e lábios. "Daniel: como assim? Nem comecei ainda, quero te fuder muitoEu: não vou aguentar, vc tem o pau muito grossoDaniel: aguenta sim, ou os contos são de mentira?Eu: não são não, mas vou ficar arrombado com seu pau… Como a Marianna aguenta?Daniel: ela não aguenta, ja tentei varias vezes mas não consegui, agora ela nem deixa mais tentar… To na seca por um cuzinho… Pra falar a verdade só consegui comer um rabo até hj… E mesmo assim na foi bom, pois a garota não aguentava e só deixou um pouco…Eu: é mesmo? (eu sabia que aguentaria mas tava fazendo um drama… Rs)"Fiquei de quatro,me abri toda pra ele chupar ainda mais meu cuzinho, ele obedecia direitinho…Seus dedos foram entrando com dificuldade, mas o prazer falava mais alto,e isso me fazia ainda mais querer aquele cacete duro no meu cú.

eu expliquei q era meu pai e minha tia, se eles falassem alguma coisa eu fodia com os dois, o coroa falou entao tras eu cu pra cá viadinho, o velho tinha mais tesão q certos meninos uma pica grossa que mais parecia um pilão devia ter 20cm de diametro uma cabeçorra roxa que mal cabia na boca mais eu quentei no cu ate a base uma tora deliciosa tentei chupar só dava pra abocanhar não cabia na boca de jeito nenhum o jeito foi partir logo pro cu o velho dizendo não cabe eu mandando mete soca, empurra essa porra de qualquer jeito vai entrar, fiquei todo atolado naquela manjuba o velhinho me encheu de gala me comendo e olhando meu pai metendo em minha tia, me agradeceu e me deu 20 paus pra comprar pomada pro cu e prometeu que ia voltar e trazer um filho que disse ter um taco de sinuca quase 50 cm e mais grossa que a dele chamado Julio (mais isso é outra estoria) depois de ter visto menha tia e meu pai armei com meu tio vamos fuder lá na cachoeira terça o coroa falou: tá doido é dia de sua tia fazer limpeza de corpo vou lá nada.

Não me fiz de rogado e claro comecei a aproveitar daquela gata…. Comecei a me masturbar ali mesmo, chupando e gemendo. Comecei então a penetra meu pau naquela buceta, que mais parecia um pote de manteiga derretida, meu irmão se deliciava no bouquet gostoso que só minha avó sabe fazer, ela gemia e gritava de prazer, enquanto eu estava num frenético vai e vem, meu irmão não agüentou e gozou, e encheu a boca de minha avó de porra, e ela não deixou escorrer nenhuma gota, e logo eu também não agüentei e mandei um jato de porra dentro daquela buceta quente.

Meg sempre respeitou isso e algumas vezes voltava pra casa sem nenhuma aventura.