Ester Tigresa Safada Leva Porra Dentro Da Buceta

10 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

10 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Ester Tigresa Safada Leva Porra Dentro Da Buceta

Ester Tigresa Safada Leva Porra Dentro Da Buceta

No primeiro encontro ele nem me deixou entrar no carro direito já foi me beijando, me acariciando, levou minha mão á conhecer o que ele tinha de bom pra me dá e enquanto ele me beijava seu pau latejava dentro da calça, e eu sentindo aquilo tudo já me babava todinha por baixo, ele então para de me beijar e me pergunta vai querer sair pra um lugar reservado hoje ou amanha, eu não hesitei e logo respondi hoje, amanhã e sempre e fomos á um motel. "– Bate mais que eu gosto, cachorro!– Então vem ca, safada. Os dias passaram e sempre que podia eu sempre transava com Carla em vários lugares e varias posições tudo bem rapidinho para que ninguém notasse, mas como tudo que é dura pouco, eu estava ajeitando a moto quando Cintia chegou apavorada e disse que Carlos havia descoberto tudo e que eu não poderia mais ficar ali, eu nem esperei, peguei minhas coisas coloquei na moto, antes de sair ela me chamou e me deu uma boa grana bem mais do que havia ganho eu ainda dei um beijo nela, e fui correndo para na minha cidade pequena, fazia uns dois meses que não tinha noticia de ninguém de lá, quando Marina uma das garçonetes que morava aqui na minha cidade veio visitar a mãe, me entregou uma carta de Carla endereçada a mim, nela havia escrito varia coisas fantásticas, uma delas era que tudo o que aconteceu fora planejado entre Carla e Dona Nair, pois Carlos era estéril, e eles queriam um filho, pensei comigo por isso ela nunca pediu para que eu usasse camisinha, e ela agora estava grávida e muito feliz com o marido e os sogros, me mandou um beijo e disse que sente falta das nossa brincadeira, bom, eu também.

Depois disto eu fui pra cima da safada sem pensar duas vezes, não tive medo nenhum de alguém aparecer pois o tesão estava falando mais alto, tirei toda sua roupa sem falar nada e já fui metendo a pica na buceta da safada que estava lisinha pronta para uma transa gostosa. Ela voltou a sorrir e a exibir um rosto de tigresa, como se de uma forma enigmática se estivesse a divertir com a minha atrapalhação.

Fez um careta de dor e caminhou cambaleando para o corredor, em direção ao banheiro, completamente nua e com as partes internas da coxa brilhando da porra de Carlos e dos seus próprios líquidos.