Macho meteu na buceta da cavalona e depois no cu dela

1 min 19 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

1 min 19 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Macho meteu na buceta da cavalona e depois no cu dela

Macho meteu na buceta da cavalona e depois no cu dela

Quando Bárbara chegou de viagem,foi até minha casa e perguntou como havia ficado esses dias,disse ter certeza que eu não havia ficado sem masturbação e eu respondi dizendo que ela sabia que eu não passava vontade e contei sobre o Sex Shop,ela respondeu:Ah,se o cara fez “o serviço” pra você,beleza porque tenho certeza que você nunca pegaria em um pau,você é macho,te conheço bem!,eu respondi afirmando o que ela disse,dizendo que ela sabia o quanto gosto de mulher pois ela ja tinha visto todos os meus filmes pornôs(todos héteros). Era umas 10h levantei e fui buscar água e passei primeiro perto de Marcelinha, uma verdadeira Princesa, branquinha, parecia que foi criada no leite, cabelo longo com uma cor meio amarelada, tipo mel, magrinha, rosto lindo, peitinho tamanho “M”, que delicia, cheirosa. Ele chegou no quarto meio bêbado, me viu no chuveiro e veio transar comigo. O taxista aproveitou e começou a me cantar ali mesmo…eu fingia que não entendia e só sorria pra ele. Eu contei e mostrei minha buceta e meu cú.

Suas mãos afagavam meus cabelos enquanto eu chupava os biquinhos, passava a língua em volta deles, chupava o mamilo inteiro, sugando devagarinho, depois mais forte e você delirando.

Fui pondo, um, dois, três, até que tive uma idéia mais do que excitante.

Passados alguns dias, ela chegou mais tarde da academia, me chamou no quarto, tirou a calcinha da bolsa toda melada de porra e disse você não queria, fui pro carro dele, ele meteu em mim sem pena e deixei ele gozar na minha calcinha pra te mostrar, eu ja tava de pau duro ela pegou no meu pau e disse vamos terminar o serviço meu corninho, chupa minha xaninha toda melada da porra dele, chupei com vontade e gozei ela me chamando de corno.

– Se sua primeira é uma – fez sinal de aspas com os dedos – Rapidinha e dura quarenta minutos, eu imagino as outras – virou-se de bruços – O que eu não daria por uma experiência dessas?Dei um tapinha pousando a mão na bunda dela e apertando. Adoro a agitação urbana, mas não recuso um passeio no campo, ainda mais depois de um final de namoro complicado.