Metendo A Pica Na Empregada Tetuda

10 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

10 min

Categoria:

Tag: , ,

Metendo A Pica Na Empregada Tetuda

Metendo A Pica Na Empregada Tetuda

Já no bar, sentei ao seu lado e fomos tomando um vinho para eu relaxar e já começamos a tirar um sarrinho em baixo da mesa: mão aqui, mão ali e meu marido ficando louco…tinhamos combinado de eu não beijar o nosso novo amigo em público, mas eu já não estava mais me aguentando…e beijei meu marido com tesão, que era o sinal que combinamos de que eu havia aprovado o rapaz, se é que isso já não estava evidente para o Júlio. A empregada gostosa gemia alto, mas bem alto mesmo, não demorou muito para meu pai chegar na porta e perguntar o que estava acontecendo, eu falei que estava tudo bem, ele se retirou, então eu levei ela para o banheiro e continuamos a foder ali.

Foi quando ela me chamou e falou que queria um 69 comigo e ele metendo por trás, pois havíamos assistido um vídeo assim e havia adorado aquela posição,Antes de eu terminar a palavra o Carlos me agarrou, me deu um beijo delicioso, abaixou meu vestido, me colocou sentada em uma mesa eu com os seios pra fora ele mamando que nem um louco e a Clara transformada,aquela mulher estava possuída pelo tesão,ela sentou do meu lado, e realmente dirigia toda a cena:Olá a todos os amigos aqui presentes, me chamo Roberto, 25 anos, moro em BH-MG, um cara normal, com 1,78 de altura, 75kg, sem essa de lindo e sensual, um homem simples e comum. Sempre tive vontade de conhecer o estado de Santa catarina, porém não sabia que era tão bom assim Tudo começo u em uma viagem que fiz com minha esposa para Blumenau. Eu chupava sua buceta e seu cuzinho e ela me fazia um boquete bem do jeito que eu gosto: bem molhado. Ele me disse um “fica mais à vontade” e me ajudou a tirar a roupa, me deixando só de cueca, sentado na beira da cama.

Bem que queriamos ser fodidas por eles mais isso fica para uma próxima vez porque já tava ficando tarde e precisavamos voltar pra casa.

As duas trocavam olhares insinuantes, mas se contiam com receio do que poderia acontecer. Nossa tia então se levantou, pegou o lubrificante e com o dedo, começou a preparar o rabo de Gabi que só parou de me chupar, quando tia Sandrinha sinalizou que estava tudo pronto.