Novinha Com Muito Tesão Sentando Sem Parar

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Novinha Com Muito Tesão Sentando Sem Parar

Novinha Com Muito Tesão Sentando Sem Parar

– Falou olhando nos olhos de Gabriel. Mas tem que ser segredo!Ai, eu que não sou bobo nem nada falei:_ Claro que tem que ser segredo tia, se tá louca? Se alguém descobre isso nós dois estamos ferrados. – Devagar, se não eu vou gozar agora, na sua boca!"– Ela viajou, tio, foi fazer intercâmbio nos Estados Unidos, vai ficar seis meses lá.

O frade disse que isso era tezao, vontade transar. Em seguida, passou para o banco do motorista, sentando em seu colo e encaixando o cacete em sua xana.

Até os 18 anos eu ainda era virgem e não tinha namorados, tinha paqueras rápidas com os meninos do condominio que sempre acabavam resultando em cintadas para mim, meu corpo também ainda não era ainda muito desenvolvido, mas dos dezoito aos dezenove anos minhas formas deram um salto de repente, passei de menina magrela para novinha gostosa, foi quando meus maiores problemas começaram com os rapazes loucos para me comer e o papai fazendo guarda feroz!Naquela época notei uma mudança radical em papai, qualquer reclamação ou suspeita da mamãe ele me castigava de um jeito diferente agora. Ela se lembrava também do dia em que eu tinha chupado o cuzinho do Rodrigo e ele tinha gemido muito e meteu enquanto isso na Stephanie. Ela gemia feito uma puta pra mim, estava louca de tesão. NO DIA SEGUINTE, FOMOS PARA A ESCOLA JUNTOS TRABALHAR E COM AQUELA GOSTOSA SENSAÇÃO DE QUE ALÍ, HAVIA NASCIDO UMA NOVA MULHER … UMA MULHER QUE HAVIA SE REDESCOBERTO E QUE AGORA SABIA O QUANTO ERA BOM E GOSTOSO SER DESEJADA E DESEJAR, MAS ACIMA DE TUDO : VIVER !!!!TIVEMOS INÚMEROS ENCONTROS E VIVÍ MOMENTOS MARAVILHOSOS E PENSAVA COMIGO, ENQUANTO INÚMERAS ALUNAS NAQUELA ESCOLA OLHAM, SONHAM E DESEJAM…EU, TENHO.

Quando se reuniam na casa dela, ela usava shorts, ou minissaias.

Foi o melhor orgasmo da minha vida!!!! O Saulo segurava forte o meu cabelo e não me deixava parar de chupar. Carlos (em belo negrão de um 1:80 de altura), Claudio e Pedro (obviamente que são nomes fictícios).