Novinha Delira Com Negão Do Pau Enorme

Novinha Delira Com Negão Do Pau Enorme

Novinha Delira Com Negão Do Pau Enorme

Como somos adeptas ao sadomasoquismo e ela é bem sádica, ela se aproveitava da situação pra descarregar toda a sua violência passando dos limites.

(eu tinha estado com a minha mãe durante a semana e era possível que ela dormisse assim quando eu não dormia no meu pai) E ela estava só assim… deitada de barriga para cima a ler um livro e a t-shirt caía-lhe pelas coxas das pernas deitadas ao comprido, que brilhavam numa oleosidade que me hipnotizou por segundos.

Colocou na minha boca e apertou e disse que se continuasse a gritar daquele jeito, os vizinhos iam chamar a polícia (risos)… então só me restava chorar de dor com aqueles pau enormes e gozar ainda mais de prazer…. que de repente se levantou e já foi esfregando a cabeçona no cuzinho dela, que gemia muito me chupando e me fazendo delirar. É um prazer dobrado fuder mulheres que sabem ser fudidas, ainda mais uma novinha assim. Vc soltou seu corpo totalmente e esta jogada em cima do negão, ficamos nos curtindo ali um bom tempo eu passando minha mão em todo seu corpo até nos recompormos, eu me virei e ficamos ali abraçados e nos beijando em só poltrona, corpos pelados bem apertados no pele a pele, meu pau entre suas cucas, eu falava para vc como sonhei um dia ficar assim nos dois pelados bem agarradinhos como estamos agora. falam português razoável e em geral nem todos estão trabalhando de carteira assinada,sobrevivendo na informalidade…outro dia precisei de um trabalho em meu apartamento e um amigo que tinha outro amigo indicou um deles…era um dia quente eu estava só de bermuda quando ele chegou e se apresentou ao serviço. Me ajoelhei ao seu lado já com meu pau duro, e fui alisando seu corpo sem que ela nada dissesse. Fomos, foi um fim de semana muito divertido, tomamos muito vinho, conversamos, os dois dançaram bastante e eu já pude ver que certas intimidades já eram tomadas. também não teve como segurar a rola endurecendo ao encostar na bunda dela.