Sentou Pediu E Ganhou Leite Na Buceta

Sentou Pediu E Ganhou Leite Na Buceta

Sentou Pediu E Ganhou Leite Na Buceta

Rindo de alegria, doida para ser comida, ela sentou-se no sofá, abriu e levantou as pernas.

A expectativa dos acontecimentos, associada às cenas de cunho erótico, exerciam seus efeitos também sobre mim e meu pau insistia em não permanecer imperceptível.

Então ele pediu pra eu cavalgar e disse que ia gosar dentro, eu disse pra ele não fazer isso pois não tomava anticoncepcional , ele disse que não tava nem aí que o corno do irmão dele ia arcar com as consequências por me fazer sofrer , então eu cavalguei naquela pica gostosa e ele ficou alucinado ,me dizia que sempre sonhou ter aquela buçeta pra ele, e que nunca tinha comido uma mulher gostosa igual a sua cunhadinha , até que ele encheu minha buçetinha de porra , paramos um pouco e nos beijamos ele disse que eu era maravilhosa , e que queria muito mais , ficamos a madrugada inteira transando , ele fez coisas q o irmão dele nunca havia feito , me comeu com vontade gosamos muito.

– Chupe todinho meus peitões que estão doloridos de desejos, vai meu potrão, mame mas, não treco soutean quero que o rasgue com os dentes depois. Morávamos em uma grande capital brasileira, em um apartamento de 50 metros quadrados e para meu desespero minha filha ganhou um poodle macho de presente, cachorro já da trabalho, imaginem dentro de um apartamento.

Dona Maria estava engolindo aquele leite na sua boca e engolindo novamente aquele pau sujo.

Eu mais que depressa tirei a toalha dela e me ajoelhei e comecei a chupar o grelinho dela em pé mesmo ela ficou e começou a gemer , gemer até deitar na cama e abrir aquelas coxas com aquela paisagem linda e maravilhosa da Bucetinha dela raspadinha ,toda molhada e vou te contar ” que Buceta !!!! muito melhor do que eu imaginava , então comecei a chupar a buceta dela , chupar , chupar …e aproveitava dava uma linguada no cuzinho dela rosinha e apertadinho com todas as preguinhas , quando ela começou a gozar e gemer.

Segurei em sua cintura e comecei a socar bem devagar aquela xana, apertando e batendo naquele rabo empinado, que sempre imaginei mas nunca acreditei comer.