Sexo com Esposa e ela gemendo gostoso

55 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

visualizações

55 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

Sexo com Esposa e ela gemendo gostoso

Sexo com Esposa e ela gemendo gostoso

Comecei a alisar a bunda de minha esposa que dormia, ela acordou, sorriu, me dizendo: você hoje esta insaciável.

(escrito por Kaplan)-Nossa, como isso tá gostoso… – Falou passando a língua em volta dos lábios. Diante daquela cena a minha bucetinha começou a esquentar, ai eu fui obrigada a tirar a roupa e ajuntar se a eles, minha irmã me puxou e me deu um beijo na boca, sua língua enrolou se na minha e ela sugou com vontade, quando ela me largou, ela começou a rir e falou caralho maninha, você está com gosto de porra na boca, para disfarçar do meu marido eu falei, mas a sua também esta com gosto de porra, ela riu e falou, como você não estava aqui o seu marido gozou na minha boca e quem que gozou na sua, sem me preocupar falei, pois é maninha se você visse o garotão que gozou na minha boca, você também ia querer, meu marido deu uma tapa na bunda dela e falou, chega de conversa e vamos gozar, enquanto eu chupava a sua boceta ela chupava a minha e o meu marido socava o pau no seu cuzinho e assim nós ficamos rebolando, gemendo e gritando, até que gozamos praticamente juntos e nem dava para saber quem de nós três gemia mais alto, depois desse dia a minha irmã veio morar na minha casa e nós três dormimos na mesma cama e passamos a noite fodendo e se divertindo, agora somos um casal de três e de tanto chupar a boceta da minha irmã, hoje eu já estou pratica e experiente, para chupar uma bucetinha gostosa e fazer ela gozar bem gostoso na minha boca….

O que ficou pra mim são as lembranças do prazer que senti com aquela mulher, que me provou mais uma vez o quanto as mulheres mais velhas sabem dar e receber…em todos os sentidos rs… Espero que tenha gostado dessa viagem no passado, em momentos de prazer intenso.

Depois disso, fui arrumar o quarto, e óbvio, deixei a janela aberta para ventirar e tirar o cheiro que devia ter ficado. Murilo deitado na cama, de cacete duro e cabeçudo na mão se masturbando não me saia da cabeça.