Vazou Na Web Video Caseiro Novinha Muito Peituda Gemendo De Prazer Para Amigo Bem Gostoso De Moema – Sp

Vazou Na Web Video Caseiro Novinha Muito Peituda Gemendo De Prazer Para Amigo Bem Gostoso De Moema – Sp

Vazou Na Web Video Caseiro Novinha Muito Peituda Gemendo De Prazer Para Amigo Bem Gostoso De Moema – Sp

Aceleramos o ritmo, aumentando o prazer e começando a arregaçar meu cuzinho.

Silvio que assistia ao lado recebeu de volta a garrafinha e Su estendeu o sabonete para ele, maliciosamente brincando ele perguntou se não iria ganhar banhinho também, Su ironizando disse que ele já estava muito grandinho e sabia se lavar sozinho.

Clarice acordou, sorriu ao ouvir o barulho do chuveiro e resolveu fazer um videotape do que acontecera no dia anterior, só trocando as posições. O que vou relatar aconteceu em 2008, eu tinha 28 anos na época e um amigo 26 o nome dele é Iago, tinha largado na da namorada fazia umas duas semanas, ele tava meio depre, mas deles sempre largavam e voltavam, estavamos dando uma volta de carro e vimos essas lindas na rua, era umas meia noite e meia mais ou menos, eu não aguentei e parei e falei com elas, perguntei o que elas faziam na rua aquela hora, disseram que moravam ali perto e foram comprar ice, falei legal, podemos nos conhecer, elas disseram que sim, descemos do carro, nos apresentamos e fomos até o posto comprar ice com elas, óbvio conidei pra dar uma volta e ela ficaram meio receosas mas toparam, a carol veio na frente comigo e a larrissa atrás com o Iago, ficamos rodando e conversando, porém a Larrissa tava interessada em mim e não no Iago, mas a Carol tinha achado ele bonitinho e tal e elas combinaram de trocar de lugar, paramos em um outro posto e eu já laquei um beijo na larissa e eo Iago na carol, a larissa se esfregava mto em mim, estavamos encostados no carro, eu fiquei de pau duro estourando e ela sentiu e virou de costas, abracei ela e beijava e ela rebolava no meu pau esfregando, era calor eu de bermuda e elas de vestidinhos curtos, não tava aguentando mais, queria comer aquela gata, só que o zé mané do Iago, sei lá oq rolou, acho que tava com medo de alguém ver e contar pra ex, quis ir embora, então levei ele e as duas ficaram meio sem o que fazer e quiseram ir embora tb, deixei ele e fui levar elas, quando cheguei lá, a carol desceu e eu dei mais uns pegas na Larissa disse que ela tinha me diexado com tesão e de pau duro, que queria o telefone dela pra poder sair com ela de novo, ela me passou, eu passei o meu e ela desceu, cheguei em casa, de pau duro, pensei em bater uma punheta, mas resolvi comer algo antes, nisso toca o celular, era a larissa perguntando o que eu tava fazendo, eu disse que ia bater uma punehta que ela tinha me deixado de pau duro, ela riu, eu perguntei e vcs? ela disse que elas estavam com muito tesão, falei a carol tb? e ela dise que sim, q elas estavam molhadinhas, perguntei do meu amigo e a carol disse que ele era mané e não quis saber dela, falei assim vcs duas me deixam louco, elas perguntavam se eu já comi duas ao mesmo tempo, eu disse que sim, e perguntou se eu comeria elas, eu disse claro que sim, perguntei se elas se pegavam, ela disseram que as vezes e que estavam esfregando um na outra, elas estavam com a voz mole de tesão, falei, poxa, pq nao falaram antes, vcs estavam sozinhas comigo, elas disseram que estavam com vergonha, eu disse que morava sozinho e elas ficaram doidas, perguntei se queriam vir aqui que eu buscava elas, ela toparam, sai e fui pega-las, cheguei la, elas entraram no carro mas ficaram timidas, trouxe elas para minha casa, começamos a beber mas cervejas, e eu tirei a camisa e falei olha o volume, spo de pensar vcs aqui olha como fico, ela disse, mostrar, eu falei, vamos fazer assim, tirei a camisa, tirem os vestidos, elas tiraram, então tirei a bermuda, ai eu disse vz de vcs, elas tiraram o sutiã, foi os peitos naturais e durinhos mais lindos que ja vi, então tirei a cueca, e falei, falei vcs, elas tiraram a calcinha, que delicia quelas duas peladinhas, então falei perderam a vergonha né, cheguei nelas e lasquei um beijo na carol, a larissa já pegou no meu pau e começou a bater uma punheta, fomos pro quarto, deitei e comecei a beijar a larissa ue veio do meu lado, a carol caiu de boca no meu pau e ficava chupando e me olhando com aquele olhão azul, que tesão, a larissa queria chupar tb, começou a chupar e a carol veio e me beijou e colocou quele peito enorme na minha boca, que peitão gostoso, grande duro, nisso ela abaixou de novo e as duas ficaram chupando, eu falaram pra se beijarem com meu pau no meio e foi demais, puxei a larissa um pouco de lado e soquei o dedo na bucetinha dela e ela chupando, a carol eu puxei pra um 69 e chupei aquela buceta, e elas mamavam no meu pau, depois mudou, a larissa veio pro 69 e a carol eu fiquei dedando, perguntei se ela iriam se chupar, elas começaram um 69 a larissa estava de 4 em cima da carol eu fui la deu o pau pra carol chupar ela chupou de babou nele e eu coloquei na bucetinha da larissa, que bundao de 4, fodi muito quela buceta ela gemia mto, em 5 minutos disse que tava gozando no meu pau, a carol chupava ela e lambia meu saco, depois inverteu, a carol ficou de 4 e a larissa em baixo dela, só que nao no 69, ficaram de beijando, então eu comia a carol de 4, tirava o pau e colocava na larissa que tava embaixo com a perna aberta, a carol gozou no meu pau tb, eu nao aguentava mais queria gozar, falei pra elas duas chuparem juntas que ia gozar na boca delas, elas ficaram lambendo e chupando, depois as duas linguas passando como se tivesse lambendo um picolé nessa hora gozei na boca delas, foi demais, já era tarde, e ela quiseram ir embora, era umas 5:30 a manha, ok levei elas e combinamos de rolar de novo, no outro dia era 14h liga a larissa, perguntando se eu podia dar uma carona pra ela ir pra casa, pq ela dormiu na maiga, disse que sim, peguei ela e lvei pra casa dela que era do outro lado da cidade, quando chego la a mae dela estava com o portão aberto, ela me apresneta e disse que eu era um amigo dela e da carol, que pediu carona pra mim, a mãe me agradeceu, disse essas meninas são fogo, eu disse tb bem, sempre olho elas, só que mãe dela era gostosa demais, a larissa era tipo ela, ela era nova tinha 37 anos, era separada, loira tb, o rabão da filha veio dela, claro que elogiei ela e ela sorriu, durante a semana, a safada da carol me ligou ueria sair comigo sozinha, falei olha só e a larissa, ela disse, sai só comigo, peguei ela e levei pra casa, comi muito aquela gostosa peituda, aquele olho azul dela hipnotizava, gozei na boca, gozei nos peitos, ela estava com tudo, lógico q ela não contou pra amiga, na sexta-feira a Larissa troca uma ideia comigo e queria sair comigo tb, peguei ela e sai por ai, demos umas voltas, uns pega e acabamos em casa, onde fodi com ela gostoso, eu tava feliz demais, comendo aquelas gatas, gozei gostosa naquela bunda e outra hor ana boca carnuda dela, ela chupava mto gostoso, e me convidou pra ir na casa dela no sábado que ia rolar niver dela, eu fui levei um presente e tal, tinha uns amigos dela lá, umas outras mina, uns parentes, eu troquei uma idéia com a mãe dela, que não sabia de mim com a filha e nem com a Carol, conversa vai e conversa vem ela na maior cara de pau me convida pra ir lá na terça que a Larissa tava indo pra sampa na casa do pai, eu falei ok, eu venho. Raquel: – Só isso, não sou um verdadeira putinha? Ou a amiga dos seus amigos ficam assim para vocês, sem calcinha nem sultiã, heim?Ela sabe deixar um home doido e continua: – Pode passar a mão.

Depois disso eu o caseiro fomos arrumar um canteiro que as aves haviam revirado todo, enquanto estava-mos ali fazendo o trabalho, chegou até a nós uma ovelha, e ficou cheirando a gente e se encostando em nós, meu sogro chegou perto e disse: eeeh alguem anda comendo essa ovelha, pra ela ficar se esfregando assim, só pode ser, e eu falei eu tambem acho, apontando pro caseiro, e caimos todos na gargalhadaTerminamos o canteiro e ficamos só eu e o caseiro ali sentados na grama conversando, e a ovelha continuava a nos rodear, eu disse a ele, passe a mão na bunda dela, pra ver a reação, se ela ficar parada é porque está no cio, não deu outra, ela chegava a abanar o rabinho de contente e não saia dali.

A noite esperei ansiosa meu pai chegar, e sabia que mamãe tinha me visto dando uns amassos no garoto gostoso do 212.

Em Julho, numa sexta-feira que nossa filha foi dormir na casa da tia, Debora insistiu para que saíssemos, que relembrássemos nossos tempos um pouco mais afastados e fôssemos a uma casa de swing em Moema.

O meu amigo retira os dois dedos e aproxima o seu caralho enorme do cuzinho dela e vai enfiando devagarzinho e ela gemendo.

Um dia, rolando um clima já no corredor, passa a novinha do nosso lado enfurecida.