Vazou No Whatsapp Mais Um Video Amador Deliciosa Peituda Libera Sua Buceta Deliciosa Dando Para Amigo Carioca De São Paulo – Sp

visualizações

15 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , ,

Vazou No Whatsapp Mais Um Video Amador Deliciosa Peituda Libera Sua Buceta Deliciosa Dando Para Amigo Carioca De São Paulo – Sp

Vazou No Whatsapp Mais Um Video Amador Deliciosa Peituda Libera Sua Buceta Deliciosa Dando Para Amigo Carioca De São Paulo – Sp

Mas a sensação daquela xaninha deliciosa, eu jamais esquecerei…– Você estava esperando por mim. "E até já deixei ele participar das minhas trepadas com amigos, somente vendo, fotografando e batendo uma punheta, as vezes peço para meus machos humilharem meu corninho…confesso que adoro isso!"Meu nome é Tiago,moro em Curitiba e tenho 48 anos. ANTES DE MAIS NADA VOU FALAR UM POUCO SOBRE MIM PAULO(NOME FICTÍCIO) E LUIZA(NOME FICTÍCIO).

E soquei na buceta dela de novo, ficamos algum tempo nessa posição, ela gemendo anunciando seus gozo, quando tirei a rola de dentro dela o gozo escorrendo entre sua perna e disse:APOSTA ENTRE MACHOSe ela disse que sim e o marido dela disse na mesma hora que a esposa dele tbm ia participar pois tínhamos visita e eu ao olhar pra porta vi que havia um outro homem lá com um pau gigante pra fora tinha uns 22 cm, era amigo do marido da minha amiga peituda que por sinal se chama jessica, eu então sentei no sofá e o marido dela sentou ao meu lado e começou a mamar nos meus seios, eles estavam duros e os meu mamilos enormes e durinhos de tanto tesão, ele mamava com tanta força que eu gemia de tesão, ele apertava balançava fazia tudo com eles, enquanto ele mamava jessica sentou no braço do sofa e começou a fazer uma espanhola no amigo do marido, eu achava que ela só deixava eles mamarem e só mas me enganei ela tbm mamava e muito bem, nao deu 5 minutos e ela já estava com aquele pauzão na boca , ele era muito grande tinha uma cabeça enorme, quando ela parou de chupar esse amigo do marido dela veio chegando perto de mim e eu sem saber o que fazer tentei relutar mas ja era tarde, ele colocou aquele caralho enorme perto do meu rosto e eu sem pensar duas vezes o abocanhei, eu passava a lingua em volta da cabeça enquanto de vez enquanto ele estocava bem no fundo da minha garganta e enquanto isso o marido da minha amiga mava nos meus peitos enormes e jessica fazia um boquete pra ele, aquilo estava uma delicia eu não queria parar mais dava pra sentir o gosto do liquido salgado na minha boca e escorrendo pela minha garganta, estava tudo perfeito até que ouvi meu celular tocar e quando olhei era meu namorado, eu precisava atender, tirei aquela piroca da minha boca me levantei e fui atender meu namorado escutava uns barulhos de chupada ao fundo mas eu falava que era da tv, eu estava debruçada na mesa falando ao celular quando derrepente sinto aquele pau enorme invadir a minha buceta e na mesma hora deu um gritinho de safada e meu namorado perguntou o que era aquilo ai nao teve como mentir eu disse que estava sendo fudida e chupada ele desligou na hora fiquei totalmente ipinotizada com aquela rola enorme na minha buceta, ele passava o pau na minha buceta e no meu cú inpinei um pouco a bunda pra ele entender onde eu queria aquele pau e nao deu outra, estocou tudo no meu cú, enquanto isso minha amiga apenas pagava um boquete pra o marido dela enquanto ele assitia a mim sendo fodida eu gemia muito não dava pra aguentar, minha amiga jessica se levantou e veio em minha direção e pediu por gentileza que eu desse o cu pra o marido dela tbm, eu tirei aquela tala do meu cu e fui direto pra o sofa dar pra o maridinho dela que estava com o pau todo melado daquele boquete delicioso que a jessica havia feito, sentei gostoso naquele pau e deu a tarde todo pra aqueles homens, minhas tetas pulavam balançavam com tudo e na hora de gozar fiquei de joelhos e primeiro veio o marido da minha amiga e gozou nos meu seios eu adorei aquilo depois veio o amigo dele e enfiou o pau na minha boca com tudo e eu senti um forte jato de esperma seguidos de mais uns quatro jatos de porra, eu engoli tudinho se reclama, quedelicia tinha um gosto salgado inigualável, depois disso me vesti e voltei pra casa quando cheguei em casa que era a umas quadras da casa da minha amiga me deparei com o meu namorado e pra minha infelicidade eu havia esquecido de limpar o gozo nos meu seis e ele logo viu aquelas jatos ainda mornos e branquinhos nos meu seios gigantes e não dava nem pra mentir pq até eu estava sentindo o cheiro de porra que eles exalavam, entramos pro meu quarto e eu pedi desculpas pro meu namorado por aquila e ele me entendeu e agora sabe quando eu quiser que ele me chupe ele tem que chupar mas não deixei de ser safada ainda tenho muito outros contos pra contar a vcs tchau tchauNesse estante veio um barulho do quarto do corredor (provavelmente o ventoPois é, anoiteceu.

""E via que ela sempre dava uns sorrisos meio provocativos ou estava olhando pra mim ao invez deolhar pro livro que agente no caso estaria estudando.

A conversa rumou para internet e seus atributos: notícias, músicas, vídeos. br"olá me chamo Paula tenho 16 anos 1,60 de altura e 55kgo que vou contar pra vocês aconteceu comigo e até aconteçetudo começou quando eu sempre observava uma garota que mora narua que eu moro, a gente não nos falavamos só trocavamos olhares longoela sempre me encarava quando eu iria sair pra algum lugar, ela moravana parte de baixo da rua então sempre quando eu saia ela me encaravaa gente continuo essas trocas de olhares durante um bom tempão, ai eu começeia sentir uma forte atração por essa mulher maravilhosa, eu sempre mandava bilhetespra ela só que ela nunca respondia nada, e o ano passado em uma tarde ebsolaradaeu estava sentada em calçada e até que pra minha surpresa chega o sobrinho delaum papel e uma caneta e derrepente me fala “tia tá pedindo teu número do whatsapp”nossa quando ele disse isso eu não pensei duas vezes e fui logo escrevendo meu número pra ela, e ali estava ela na minha frente sentada na porta da casa da mãe delae foi desse dia que a gente começavamos a nos falar, quando ela disse o 1· “oi” nossameu coração gelou eu como sempre vergonhosa pra tudo rsrs até que a gente foi con-versando bastante e todos os dias foi se repetindo nossas conversa, como eu já tinhafalado o que eu sentia por ela só aumentava a cada dia que a gente nos falava…a gente foi pegando intimidade e eu fui criando coragem pra falar o que sentia por elapra minha tristeza ela era “hetero” tinha “2 filhos” eu sempre pedia um beijo a ela maisela sempre negava pra mim, quando chegava perto dela eu sentia um tesão encotrolavelpor essa mulher, até que um dia eu fui na casa dela depois que cheguei da escola e uela sentou em uma cama do filho dela e eu na outra, fiquei alí observando a beleza delai tomei coragem e começei a dar em cima dela pedindo beijo e tal, ela falou que tinhamedo, medo de eu contar pra alguém do nosso beijo e eu falei pra ela confiar em mimque não iria contar pra ninguém então nesse dia eu consegui um beijo delanossa que beijo encantador, muito gostoso um beijo dela foi ai que eu me encantei majsainda por ela, ai depois desse dia eu só desejava aquela mulher em meus braços maisiae mais, depois desse dia a gente continuamos nos falar normalmentepra ela foi como se não tivesse acontecido nada, mais pra mim aquele beijo não saiada minha cabeça e ainda não saiu, hoje em dia a gente somos bastante amigas, de vezenquanto a gente ainda dar uns beijos…. Conversamos por algumas horas, Jane disse que gostava de samba e eu como um bom carioca me prontifiquei a leva-la em uma roda de samba no próximo domingo, trocamos telefone, deu a hora de partir, a noite despontava sob o céu da cidade maravilhosa.

fazendo a buceta dela engolir a rola todinha. Passei a alisar a buceta também e descobri que na parte de cima tinha um botão que cada vez que eu tocava sentia uma sensação deliciosa.

Ela arranca o carro, me levando até próximo a praça do Papa, onde tem várias ruas mais desertas, escuras, que ajudam a jovens casais liberarem suas vontades.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.