Video Porno Caseiro Casada Mulata Comendo Por Macho Do ParÁ

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

Video Porno Caseiro Casada Mulata Comendo Por Macho Do ParÁ

Video Porno Caseiro Casada Mulata Comendo Por Macho Do ParÁ

Perguntei ao Gabriel: vc bate muita punheta Gabriel? Ele disse: as vezes sim no banheiro eu vejo vídeo no celular. ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem.

Sou casada, tenho 21 anos, branca, cabelos pretos, 1,58+-, tenho um corpo bonito, não sou magra nem gorda… Meu marido o Ricardo (fictício) tem 28 e ele é muito bonito também… Estava tudo bem até que o irmão do Ricardo, o Jonas, precisou mudar para nossa casa até ele conseguir um emprego de novo e resolver o que faria da vida, pois acabara de se separar de um casamento de 18 anos… Só pra constar, sua esposa o traiu com o melhor amigo… No inicio não gostei muito da historia, pois somos casados ainda de pouco e ter outro homem dentro de casa seria retirar toda nossa liberdade, mas o Ricardo ficou com dó do irmão e me convenceu a o deixar ficar, seria por pouco tempo, até ele voltar pro trabalho e arrumar um lugar pra morar… Os dias foram passando e o Jonas muito reservado usava o quarto que tínhamos para computador e sala de estar, nosso apto é minúsculo, e num determinado dia, qdo estava de folga da escola (sou professora) enquanto varria vi o cesto cheio de roupa suja, ele mesmo lavava a roupa dele, porém esta semana devido à procura direta de emprego ele não usou a lavadora… Jonas é bem mais velho, beirando os 45 anos, e bem mais responsável que o Ricardo que só não e mais bagunceiro por falta de espaço… Pensei em lavar as roupas dele junto com as de Ricardo, mas depois achei melhor que não, o Jonas era muito sistemático e desde sua chegada faz tudo pra não incomodar… Terminei de varrer e algo me puxou pra olhar as roupas sujas, não sei pq, abri o cesto e logo vi uma cueca Box branca,e um cheiro forte exalou da cesta, possivelmente sua roupa trocada de manhã ou na tarde do dia anterior, qdo fui levantar e olhar as demais peças, a cueca ainda estava úmida, senti um arrepio esquisito, e tirei a mão, fechei o cesto e sai… não consegui terminar de varrer o apto e voltei ao quarto de Jonas… abri o cesto e peguei a cueca de uma vez e cheguei ela mais perto do meu nariz e pude sentir o cheiro de esperma, ela estava úmida com certeza de um gozo, possivelmente ele se masturbou pela manha e limpou com a cueca… joguei no cesto novamente e sai, mas voltei, estava incomodada, e peguei a cueca de novo, ela ainda estava com o cheiro de macho, um macho diferente…fiquei atordoada com o que estava fazendo, nunca fiz isso com as cuecas do Ricardo, cheirei mais um pouco e a joguei no cesto novamente e não voltei mais… Neste dia foi um custo pra dormir… Alguns dias depois nova folga, e levantei logo depois do Ricardo e do Jonas saírem, minha curiosidade me matava, certifiquei que não estavam e fui correndo ao cesto, e para minha surpresa ao abri-lo, outra Box só que preta e aquele cheiro forte de novo, sem pensar puxei até meu rosto e pude sentir novamente ela bastante úmida, desta vez o cheiro estava mais forte e também o gozo ainda estava lá, muito molhada, soltei e corri pro meu quarto, voltei e novamente senti aquele cheiro que me deixava louca… Neste dia tentei limpar o apto pra esquecer, mas não conseguia e a todo momento estava com a Box na mão… qdo menos espero Jonas abre a porta do apto e me pega deitada no sofá cheirando sua cueca, ficamos um tempo calados, ele caminha e vai pro quarto, eu sem saber o que dizer vou até lá, peço desculpas e coloco a cueca no cesto… Ele me olha e pergunta: o que é isso Claudia? Confessei que não sabia o que estava acontecendo, mas em todos os dias de minha folga corria pra sentir o cheiro em sua cueca, me excitava demais aquele cheiro…E o Ricardo? Perguntou. Bom esse conto é verídico, tenho 38 anos casado com uma linda mulata.

Julio me olhava, olhava para o peixe, olhava para minha vagina, olhava para o vinho, e nada fazia além de continuar comendo. Esse fetiche de assistir filmes pornôs sempre tive e gostava de ver todos os tipos de filmes sem preconceito nenhum.

E o que amo nisso tudo é fazer o meu corninho excitado, na verdade o que gosto nisso tudo é saber que os machos com quem transo ficam doidos, principalmente sabendo que sou casada, parece que isso é afrodisíaco para vocês.

Vc com um sorriso muito sacana e safadinho respondeu: vou fazer sua vontade negão, porque vc tem sido muito desejado por esta esposa safadinha que tá toda liberada para todas as sacanagens que vc diz que quer fazer comigo, e quero que vc me pegue muito doido como vc dizia que ficava com minhas fotos destampadinhas, To com muita vontade de sentir vc arrombando minha gostosa e quem sabe meu secretinho que vc é tarado por ele.